A solidão também nos pertence.

Ouvir alguém dizer que não tem perfil no Facebook, Instagram ou LinkedIn pode soar estranho hoje em dia. Afinal, vivemos tão acostumados com os likes e as solicitações de amizade piscando na tela dos nossos celulares que esquecemos um pouco do mundo lá fora.

solidao

Acreditamos na maioria das vezes que estar conectado é melhor e nos faz ficar mais próximos um do outro. Mas será mesmo que estar online o tempo todo é melhor (e saudável)?

A proposta desse post não é negar completamente o meio digital, o que está em pauta é a importância que damos ao meio online e quase nada para o meio “offline”. Estamos deixando de lado uma lição valiosa de convívio e tolerância com o próximo, de aprendermos a ser realmente sociáveis, já que ao vivo não dá pra editar a conversa ou fingir expressões. Mais que isso, estamos ignorando a oportunidade do autoconhecimento: de não ter medo de ficarmos sozinhos.

solidao5

solidao6

Na animação The Innovation of Loneliness (A Inovação da Solidão, em tradução livre) é um convite para refletirmos sobre esta nova era de conexões que estamos criando. Aquela frase “Vida é o que se passa quando você está no celular.” nunca foi tão verdadeira.

Por Ana Talavera

 

Advertisements

Criatividade em movimento: um projeto que educa e diverte crianças e adolescentes por todo Brasil dentro de um ônibus.

O Buzum é um pequeno teatro ambulante que vai até escolas, creches e onde mais houver pessoas que queiram aprender e se divertir com a magia das histórias contadas por simpáticos bonecos.

A ideia deste projeto, além de entreter o público, é também educar, trazendo temas que podem estar relacionados com a língua portuguesa, a preservação do meio ambiente e algo mais voltado para os adolescentes, como a intolerância entre os jovens no ambiente escolar.

Este trabalho realizado por Beto, Jackson e Mariane, diretores do Buzum, promove um verdadeiro movimento cultural e social pelas cidades onde passam, dando oportunidade às pessoas que nunca iriam ao teatro, se não fosse um dos grandes diferenciais do projeto: a mobilidade, que permite uma estrutura completa de um teatro alocado em um ônibus, alcance cidades com praticamente nenhum acesso a este tipo de atração.

Em 2013 o Buzum passou por várias cidades pelo Brasil e se você quiser conhecer mais sobre esse projeto e tê-los em sua cidade em 2014, dê uma passadinha no site ou na Fã Page desses criativos que levam alegria e conhecimento para tanta gente! Esse é o espírito Criativos do Bem! 😉

Por Karina Giardelli