#3 Fazendo o Bem, criando bem: Projeto Seja Feliz! por William Sanches

2015 começa com tudo de bom! Em uma parceria com o querido William Sanches, educador e disseminador de palavras do bem e de motivação às pessoas, produzimos o primeiro vídeo do ano, da série “Seja Feliz!” para o seu canal no Youtube. São 6 toques para começar bem 2015 e fazer deste ano muito especial e de fato ser transformador, através de singelas mudanças de atitudes, que só farão bem a você e a todos a sua volta. Confira o vídeo e feliz ano novo! 🙂

#2 Fazendo o bem, criando bem: Projeto ENTÃO, VOCÊ AMA OS ANIMAIS?

“A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo”, já dizia o queridíssimo Nelson Mandela. Sem ela, ficamos refém da intolerância, egoísmo e desamor que o mundo vive atualmente. Por isso, acreditamos em projetos consistentes que podem efetivamente sensibilizar e transformar pessoas através do bem. Mais uma vez, o Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida contou com o nosso trabalho e a parceria da produtora Curta a Ideia para dar voz aos animais através da campanha de financiamento colaborativo Então, você ama os animais?

O objetivo principal é captar recursos utilizando a plataforma de crowdfunding Catarse, para financiar a edição brasileira do livro “So, you love animals” da autora Zoe Weil, educadora humanitária, cofundadora e presidente do Institude For Humane Education nos EUA.

O livro, de aproximadamente 200 páginas, é envolvente e vai ajudar jovens e crianças com fatos, jogos, dramatizações, experiências e atividades emocionantes, capacitando-os a fazer a diferença e a se tornarem mais humanitários. Vem com a gente salvar vidas!

ASSISTA AO VÍDEO:

COLABORE COM A CAMPANHA:

Então, você ama os animais?

Por Ana Talavera

 

#1 Fazendo o bem, criando bem: Projeto VISTA-SE

Parte do Projeto Social dos CRIATIVOS DO BEM é acreditar em uma mudança consistente de um grupo quase sempre esquecido por nós humanos: os animais.

Projeto DOE

Junto com o maior portal vegano de notícias do Brasil, o Vista-seproduzimos 4 vídeos de organizações sem fins lucrativos para ajudar a divulgar seus respectivos trabalhos, focados em transformar positivamente a vida de milhares de animais! A Direção e Edição ficou por conta do Julio Sena, Direção de Arte por Leandro Bianchi, a Produção pela Ana Talavera com assistência de nossa jovem aprendiz Yolana Medina. 

Projeto DOE - Felinos

A página DOE é inédita (www.vista-se.com.br/doe) e une em um único lugar projetos e instituições beneficentes da causa animal. O objetivo principal é simplificar a ligação entre os admiradores e as próprias organizações. Para colaborar basta clicar no botão indicado da ONG que você quer doar e que com apenas R$ 2,99 por mês você já está contribuindo para um projeto do bem 🙂

Projeto DOE - Rancho dos Gnomos Projeto DOE - Rancho dos Gnomos

O Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida, Associação Natureza em Forma Centro de Adoção, Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos e a Associação Espírita de Amigos dos Animais foram as instituições que nos abriram as portas e nos garantiram boas conversas, risadas – algumas lágrimas – mas acima de tudo esperança por um mundo melhor.

Assista aos vídeos:

Instituto Nina Rosa:

Associação Natureza em Forma:

Rancho dos Gnomos:

ASSEAMA: 

Por Ana Talavera

Escute a voz desse coral. Não fume!

Todos nós sabemos que fumar faz mal a saúde. Mas o vício é implacável e nos faz cego diante ao risco que nos submetemos. É como se não ouvíssemos as vozes de quem quer nosso bem e nos pede para parar de usar essa droga.

Pensando nisso, o A. C. Camargo Cancer Center pensou numa ação onde várias vozes, ou melhor, a ausência de todas elas, pudessem reverberar essa mensagem tão importante, a de não fumar para preservar a vida.

Um coral formado por 12 pacientes laringectomizados, vítimas do cigarro, surpreendeu a plateia do auditório do MASP que aguardava uma apresentação do Coral da USP, um dos mais famosos da cidade de São Paulo.

A ação incluiu as canções “All You Need is Love” e “She Loves You”, dos Beatles, interpretadas pelos pacientes. O objetivo foi alertar as pessoas para o principal fator de risco do câncer de laringe, o tabagismo. Acompanhados por fonoaudiólogos da instituição paulista, os pacientes que compõem o Coral Sua Voz fazem uso de voz esofágica, prótese, laringe eletrônica (vibrador), fala bucal ou articulação de sons.

Foi uma ação linda e que emocionou quem estava presente.

Nós, os Criativos do Bem, esperamos que este post ajude nossos amigos e seguidores escutarem essas vozes, afinal essa doença não é fácil para quem tem e muito menos para quem acaba envolvido e nos ama. Ver uma pessoa querida passar pelo câncer e seus contratempos é tarefa árdua e sofrida.

Portando escute a voz desse coral. Não fume!

Veja o vídeo:

por Leandro Bianchi

Como transformar seu computador em uma estação de ciência e ajudar milhares de vidas

Quando criança sonhava em ser um super-herói e ajudar a defender as cidades dos monstros imaginários que minha mente criava. Com o passar do tempo percebi que seres humanos comuns também podem ser heróis: são bombeiros, policiais, médicos, enfermeiros, professores. Cresci e não me tornei nem um super-herói nem um “humano-herói”, mas conheci um projeto que transformou meu computador em uma verdadeira estação de ciência (digna da Liga da Justiça!), que estuda a cura de doenças como o câncer e o mal de Alzheimer!

Folding@Home

É isto que oferece o Folding@Home, um projeto de computação distribuída desenvolvido pela Universidade de Stanford. Os computadores usam, na maior parte do tempo, apenas 10% de sua capacidade de processamento, deixando o resto ocioso. É exatamente este “desperdício” que pode ser doado para o projeto, possibilitando que cálculos imensos sejam feitos de maneira mais rápida e eficiente, aumentando a velocidade de obtenção de informações sobre várias doenças, em busca de sua cura.

Folding@Home

Folding@Home

Quer saber como ter um computador-herói?! É fácil, você só precisa instalar um software (disponível para Windows, Macintosh e Linux) e o resto fica por conta dele. Simples assim! Seu computador fará simulações de enovelamento de proteínas e enviará os dados coletados para os servidores do projeto. Até o momento são 307.442 computadores pelo mundo inteiro trabalhando nestes cálculos, o que gera 45,198 Teraflops de dados! Mas não se preocupe, seu computador não ficará mais lento já que o software utiliza apenas o processamento ocioso disponível, sem afetar o uso do computador.  

Fiquei sabendo sobre este projeto no site Tecnoblog e entrei para o time deles, que está entre os 800 times que mais contribuíram no ranking do Folding@Home, veja o placar e junte-se a nós! Não tem prêmio para os primeiros colocados, a não ser um “muito obrigado!” por parte de todas as pessoas que serão beneficiadas pelas nossas máquinas!

Assista o vídeo:

Por Julio Sena

Um manifesto de amor a todos os felinos

Mais do que um apelo de amor aos felinos, a CATLAND- ADOÇÃO DE GATINHOS oferece por meio de ações efetivas como mutirões de castração, palestras e resgates, a adoção de gatos abandonados oferecendo a eles uma vida repleta de mimos até encontrarem um lar.

grafitenacatland

Com o auxílio de uma equipe de voluntários dispostos a dar sua contribuição para o controle populacional dos gatos de rua, o projeto independente Catland já ganhou o apoio de muita gente.

Recentemente o projeto recebeu apoio e foi divulgado na página de uma celebridade única: CANSEI DE SER GATO garantindo uma repercussão inesperada, propondo uma nova vida aos bichanos abandonados.

canseidesergato_catland

Seu manifesto de amor a todos os felinos pode ser visto aqui:

Ajude a Catland a realizar o sonho de ver todos os gatos livres dos maus tratos e abandono! Saiba mais sobre o projeto:

Site: http://www.catlandrescue.com.br/
Blog: http://catlandblog.wordpress.com/
Twitter: http://www.twitter.com/catlandrescue
Instagram: @catlandrescue

Por Ana Talavera

Vaquinhas saltitam de alegria pela liberdade e o direito de viver.

Um vídeo que emociona e nos faz pensar profundamente sobre o assunto, chegando a gerar empatia por essas amigas quadrúpedes.
     
Neste post não queremos falar sobre comer ou não comer carne. Acreditamos que ser ou não ser vegetariano é uma opção individual, mas preocupar-se sobre as questões que envolvem fazer o bem às pessoas, ao meio ambiente em que nos encontramos e pensar de maneira ecossocial, incluem também falar sobre o respeito com os animais.
     
Nosso interesse de falar sobre educação alimentar vai além dos seus  hábitos. Queremos que pense sobre como é produzido o alimento que chega à sua mesa. De que maneira usamos e abusamos de nossa superioridade intelectual e capacidade de se organizar em grupo para sucumbir às outras espécies de seres vivos do planeta. Que energia desprendemos nisso e qual energia recebemos de volta por isso. Queremos apenas levantar uma questão que se faz necessária a análise para refletirmos e, quem sabe num futuro próximo, chegar a soluções mais dignas a todos e a tudo.
     
Neste post divulgamos o trabalho de Anke Heublein, fundadora de uma ONG que dá liberdade e cuida até a morte natural das vaquinhas que deram leites e bezerros durante toda a vida, e que após se tornarem incapazes de continuarem nesta função são simplesmente descartadas, as vezes até de maneira violenta, por motivo dos custos em mantê-las.
     
É tocante o momento aos 0:45 segundos, quando a autora do projeto se emociona ao falar sobre o instante da liberdade dos animais, mostrando sua real essência e o que a moveu para tomar essa atitude.
 
Não se trata do que se deve ou não comer, trata-se do respeito à vida e a alma, tanto nossa como a dos outros animais.